,
|
EXPOJARDIM
09 - 11 Março
20ª Feira de plantas, flores, mobiliário urbano e de jardim, piscinas e acessórios, equipamentos, máquinas e acessórios
FEIRA JÁ REALIZADA
Faltam:
00
dias
00
horas
00
minutos
00
segundos
Horário
Sexta a Domingo
10h00
20h00

EXPOJARDIM/FRUTITEC//IBEROPRAGAS: Saldo muito positivo dita próxima edição com salto gigante até Lisboa


Com um saldo "muito positivo", com um número de visitantes a rondar as 20 mil pessoas, a EXPOJARDIM/FRUTITEC//IBEROPRAGAS, que encerrou portas este domingo na Exposalão, prepara-se para dar um salto gigante e, na próxima edição, em 2019, mudar-se para Lisboa, tendo como palco a FIL. "Após o sucesso já confirmado por todas estas edições, chegou o momento de mudar e, com isso, fazer crescer ainda mais esta feira", conta José Frazão, administrador da Exposalão sublinhando que, por exemplo, no que diz respeito à jardinagem, "esta é uma área que em Lisboa tem um valor acrescentado muito elevado, visível quer nos hotéis, nos espaços públicos e mesmo nas casas e apartamentos".
As perspetivas de sucesso são enormes, não apenas para a jardinagem mas para os outros dois setores (fruticultura e combate às pragas), adianta, afirmando esperar que a feira "ganhe dimensão e mais oportunidades de outros mercados, mais alargados e inclusivamente internacionais".  

Para além da satisfação da organização, foi notório também o agrado dos cerca de duas centenas de expositores que admitiram ter realizado "bons contactos" e "com boas perspetivas de negócio".
"Nota-se que as pessoas têm mais apetência para comprar e estão mais sensíveis a questões como o lazer e a criação de espaços de qualidade em suas casas, como jardins", conta José Frazão, referindo-se à quantidade de visitantes que, nos três dias de feira, passou pela Exposalão.
 
"Referência nacional"
A dinâmica desta feira foi sublinhada também pelo secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural que, no domingo, último dia do certame, visitou o espaço e presidiu ao Encontro Nacional de Agricultores. "Esta é uma feira de referência, a nível nacional, principalmente no que diz respeito a maquinaria agrícola e florestal", considerou Miguel Freitas após visitar a feira. "Aqui encontrei muitas inovações, o que foi surpreendente, porque o que vi foram elementos chave para aquilo que queremos fazer na floresta, nomeadamente para a limpeza. Isto significa que para além das instituições, e para além dos produtores, as empresas que produzem maquinaria estão empenhadas em criar soluções para facilitar a vida aos agricultores e aos municípios para limpar a floresta", sublinhou, fazendo, por isso, "um balanço extremamente positivo" do certame.
O governante destacou ainda o Encontro Nacional de Agricultores, integrado no programa da feira e ao qual presidiu, considerando-o "muito positivo" por permitir "o contacto permanente que queremos ter com os agricultores".

A EXPOJARDIM realizou a sua 20ª edição. Trata-se de uma mostra de plantas, flores, mobiliário urbano e de jardim, piscinas, equipamentos, máquinas e acessórios para jardinagem que se tem pautado por uma crescente evolução e destaca-se por ser palco de novidades e espaço privilegiado de contacto entre expositores e um vasto público profissional que visita a feira, num ambiente que respira novidades, desafios e oportunidades de negócio.
Já a 6ª edição da FRUTITEC/HORTITEC, salão profissional de máquinas, equipamentos, produtos e tecnologia para a fruticultura e horticultura, distinguiu-se pela forte presença de mecanização agrária e apresenta também as mais recentes novidades em inovação e tecnologia para as hortofrutícolas, que permitem aos profissionais do setor aumentar a sua produção e reduzir custos.
Em paralelo, decorreu a IBEROPRAGAS - única feira do setor em Portugal - que, nesta que foi a 4ª edição, solidificou o seu papel de relevo. Um certame com uma temática cada vez mais importante e indispensável no sucesso das produções hortofrutícolas e dos espaços de jardinagem, caracterizou-se por um conjunto eclético de expositores com as mais recentes tecnologias de controlo de pragas, sejam agrícolas ou urbanas.

Os três salões compõem um certame de excelência, confirmada pela quantidade e qualidade, quer dos expositores, do público mas também dos seminários que decorreram em paralelo com a exposição e que permitiram uma reflexão sobre as principais questões que se colocam aos três setores.
Nos três dias do certame, passaram pelo certame, cerca de 20 mil visitantes, entre profissionais dos três setores e público em geral.

Media

Apoios

Media Partners

Contactos

Direções para Exposalão

Image