,
|

STONE atrai visitantes de todo o mundo à procura de oportunidades de negócio_

A edição de 2019 da STONE ficou marcada pela forte afluência de visitantes internacionais que procuram, na pedra portuguesa, novas oportunidades de negócio.

A indústria da pedra reuniu-se, entre os dias 12 e 15 de Junho, na Exposalão – Batalha, para apresentar as últimas novidades e inovações do sector. Com o número de visitantes a rondar os  15.000, a STONE 2019 contou com um grande fluxo de profissionais estrangeiros, oriundos de mais de 30 países de todos os pontos do mundo, em busca de oportunidades de negócio com a pedra portuguesa.

De acordo com os dados da organização, 87% das empresas inquiridas manifestaram-se satisfeitas ou muito satisfeitas com a performance do certame, 84% afirma pretender participar na próxima edição e 65% assume ter estabelecido importantes contactos internacionais, com destaque para a Espanha, França, Alemanha, Polónia, Bélgica, Luxemburgo, Holanda, Itália, Inglaterra, Colombia, Índia, Jordânia, Turquia, Argélia, África do Sul, Angola e China, entre outros países.

A edição mais internacional da maior feira ibérica de pedra natural comprovou a “robustez e importância do sector da pedra portuguesa na economina mundial” – afirma José Frazão, administrador da Exposalão. Com mais de 130 empresas expositoras e o apoio das principais associações do sector, a STONE revelou-se um palco de contactos e de promoção da indústria, com especial destaque para a pedra portuguesa e para as máquinas e equipamentos de extração e transformação de pedra natural.

“Empenhados com a evolução do setor e deste projeto, desafiámo-nos, através de estratégias digitais, a elevar a visibilidade mundial da STONE, levando-a a um maior número de profissionais em países de interesse estratégico e potenciais compradores. Reunimos massa crítica e condições para a criação de oportunidades de negócio. Destaque para os fabricantes portugueses que se muniram de tecnologia de ponta para acompanhar a dinâmica deste sector, tornando este progresso tecnológico nítido, fator o qual tornou Portugal, por consequência, num grande exportador também em tecnologia e equipamentos”, refere José Frazão.
“O sucesso desta edição é inegável. Para além do aumento de 15% no número de visitantes da feira e da afluência excepcional de profissionais estrangeiros, que reconhecem na pedra portuguesa uma qualidade ímpar e um enorme potencial de negócio,a STONE é hoje um marco fulcral e incontornável do sector”, acrescenta o responsável.

Com as expectativas em alta, está assegurada a próxima edição em 2021.

Direções para Exposalão

Image