,
|

FRUTITEC/EXPOJARDIM/IBEROPRAGAS: Fruticultura e jardinagem florescem em edições renovadas em 2018

O melhor da fruticultura e jardinagem regressa, em 2018, à Exposalão, em mais uma edição das feiras FRUTITEC/HORTITEC e EXPOJARDIM, que decorrem de 9 a 11 de março, em paralelo com a IBEROPRAGAS. Uma vez mais, o Centro de Exposições da Batalha alia-se a estes importantes setores cujo assinável crescimento nos últimos anos, se tem traduzido num importante valor acrescentado na economia do país.

 

No caso da floricultura, trata-se de um setor caracterizado pela dinâmica e crescimento: em 2016,  apresentou um volume de negócios anual de 457 milhões de euros, com o valor das exportações a ascender a cerca de 73 milhões de euros.

O jardim assume, hoje em dia, um valor associado a modernidade que não tinha no passado. Um dos exemplos são os jardins e a flora nos espaços públicos. São, de facto, o 'cartão' de visita dos povoamentos e se não existirem ou não forem cuidados, tal é associado a uma imagem de insensibilidade ou falta de cultura das gestões municipais. O mesmo se passa nas habitações onde, até há poucas décadas, era rara a importância dada aos jardins que, hoje em dia, são uma das prioridades dos moradores.

A EXPOJARDIM, tem acompanhado de perto, nos últimos anos, todas as alterações do setor da jardinagem e confirma o seu sucesso, realizando a sua 20ª edição em 2018. A feira, uma mostra de plantas, flores, mobiliário urbano e de jardim, piscinas, equipamentos, máquinas e acessórios para jardinagem, tem-se pautado por uma crescente evolução e destaca-se por ser palco de novidades e espaço privilegiado de contacto entre expositores e um vasto público profissional que visita a feira, num ambiente que respira novidades, desafios e oportunidades de negócio.

 

Fruticultura em crescimento

A fruticultura e horticultura têm sido exemplo de um importante crescimento, nos últimos anos. As exportações deste setor têm tido um desempenho notável. Em 2014, por exemplo, passaram os mil milhões de euros, têm mantido um crescimento assinalável, projetando-se que, em 2020, possa atingir os 2.000 milhões de euros. Para isso, em muito tem contribuído a tecnologia, que, aplicada às várias fases da produção, desde a rega, a conservação da fruta, a biotecnologia ou a robótica, tem sido determinante para criar vantagens competitivas

É neste contexto que surge a 6ª edição da FRUTITEC/HORTITEC, salão profissional de máquinas, equipamentos, produtos e tecnologia para a fruticultura e horticultura. Destaca-se pela forte presença de mecanização agrária e apresenta também as mais recentes novidades em inovação e tecnologia para as hortofrutícolas, que permitem aos profissionais do setor aumentar a sua produção e reduzir custos.

Em paralelo, decorre a IBEROPRAGAS que, nesta que é a 4ª edição, solidifica o seu papel de relevo no desempenho e no sucesso da EXPOJARDIM e FRUTITEC/HORTITEC. É uma feira com uma temática cada vez mais importante e relevante no sucesso das produções hortofrutícolas e dos espaços de jardinagem. A feira caracteriza-se por um conjunto eclético de expositores com as mais recentes tecnologias de controlo de pragas, sejam agrícolas ou urbanas.

 

Os três salões compõem um certame que deverá contar com cerca de duas centenas de expositores, destinado aos profissionais do setor, esperando, em 2018, receber mais de 20 mil visitantes.

Direções para Exposalão

Image